Sexta-feira, 22 de Novembro de 2013

Podia ser que percebesse

Vi a Quadratura em diferido, dado que ontem à hora da emissão valores mais altos se alevantaram.

 

O tema principal foi o Tribunal Constitucional, com o desempenho habitual dos protagonistas: Pacheco espumando ódio aos responsáveis políticos actuais, culpados de o ignorarem, e, no caso do Primeiro-Ministro, também por às vezes ter sorrisinhos enquanto vai fazendo maldades, Costa rebrilhando de satisfação porque todos os dias se sente mais próximo de um destino glorioso, e dizendo aquelas coisas redondas que sabe dizer; Lobo Xavier suando as estopinhas para ir salientando algumas evidências sem ofender nenhum dos parceiros.

 

Já perto do fim, Pacheco rapa de um argumento de tomo: imaginem que um governo chavista (sabem, aquele de Chávez) resolvia confiscar 70% dos bens de todos os ricos por causa da situação difícil do país; diriam que isso ofendia o direito de propriedade, constitucionalmente protegido, sim ou não? Por que razão então acham mal que o Tribunal se oponha ao confisco dos rendimentos de uma maioria (a que menos tem) da população?

 

Pacheco ficou sem resposta, porque o tempo não chega para tudo, e chegou a vez de Costa falar, que veio a despropósito com uma historieta sobre a hierarquia das leis.

 

Sucede que a propriedade é rendimento disponível (pós-impostos) passado e investido, em vez de consumido; e o rendimento é actual e futuro. Donde, confiscar a propriedade não é a mesma coisa que impostar o rendimento, do trabalho ou de outras fontes. Depois, o que o Governo tem feito é cortar nas despesas do Estado, a eito e criticavelmente decerto, mas pouco; e aumentando os impostos - muito. Mas isto não é o cavalo de batalha de Pacheco, as suas investidas são outras:

 

Gosta muito de Cavaco, que todavia entende não fazer o que deve; quer a demissão do Governo, que tem apoio parlamentar maioritário, para, em nome da estabilidade, termos um novo, que não o terá; dá a sua caução à reunião da Aula Magna, mas não é comunista, nem revolucionário, nem soarista, nem da CGTP, nem abrilista; quer que o país pague o que deve, e que se mantenha na UE e no Euro, mas sem recessão; que se reforme o Estado, mas sem despedimentos nem cortes de salários; e, sobretudo,

 

Quer eleições, mas não quer saber do PS, que acha um desastre, para nada. Parece que, em havendo eleições, surgirá um novo Primeiro-ministro do PSD, da facção pachequiana, possivelmente Manuela Ferreira Leite, não obstante as ganhar o PS, o qual, entretanto, depois de consultado Pacheco, se livrará da não-pessoa que actualmente o capitaneia.

 

Tudo isto é muitíssimo subtil. Quem me dera ser filósofo, morar na Marmeleira, e ser especialista na história do PCP - podia ser que percebesse.

publicado por José Meireles Graça às 21:52
link do post | comentar
4 comentários:
De joshua a 24 de Novembro de 2013 às 23:19
Pacheco é uma máquina de pensar, mas uma máquina a vapor de museu: por isso pensa mal e pensa, ou "intelectualiza", sobretudo contra a vasta maioria dos portugueses, que despreza quem não sente algum desejo libidinoso por futebol.
De José Meireles Graça a 24 de Novembro de 2013 às 23:44
Pena ele não ter jogado futebol, que até a si mesmo se driblava.
De Carlos C a 26 de Novembro de 2013 às 13:01
é exactamente na "historieta da hierarquia das leis" que está o ponto.

Faça-nos um favor, quando não entender informe-se, estude, pergunte a quem sabe ou simplesmente ignore..e já agora que viu o programa sempre pode confirmar que o seu amado Xavier só anuiu com a tal da "historieta".
De José Meireles Graça a 26 de Novembro de 2013 às 14:15
Isto é o diabo: a gente põe-se pr'aqui a escrever sem estudar nem ter à mão um Carlos C, ou outra pessoa que saiba muito, para esclarecer as coisas, e é o que se vê. Tem que ter paciência, Carlos.

Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

Últimos comentários

Se calhar não percebeu.E o seu interesse por espre...
A PGR era Cândida de Almeida, conhecida por arquiv...
O seu interesse pelo meu nome de baptismo faz-me l...
Ho f. bai-te f., primeiro vamos tratar de identifi...
Kamarada Makiavel, sua pergunta é muito important...

Arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

atentado

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

catarina martins

causas

cavaco silva

censura

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

cultura

daniel oliveira

deficit

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

ensino

esquerda

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fernando ulrich

fiscalidade

francisco louçã

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

josé sócrates

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário centeno

mário nogueira

mário soares

mba

nicolau santos

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

público

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

salário mínimo

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialismo

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

troika

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter