Sexta-feira, 4 de Maio de 2012

O banco cego, surdo e palrador

A gente lê uma notícia destas e sente um frio na espinha: a mesma instituição que custa os olhos da cara ao contribuinte para nunca acertar previsões, e que falhou rotundamente na supervisão, acha que há “evidência casuística” de dificuldades das empresas no acesso ao crédito - uma formulação pretensiosa para recobrir o que entra pelos olhos dentro de qualquer imbecil que não ande a dormir. Também garantiu que o Banco de Portugal “não é surdo e regista as queixas das empresas”.


Olha, ó fonte do Banco de Portugal: Cega sabemos que a tua entidade patronal é; criminosa também - autoriza com naturalidade taxas de agiotagem aplicadas a quem está em estado de necessidade, exactamente como faz a Máfia; e duvidamos que não seja dura de ouvido, por não ter ouvido nada do que se disse anos a fio da gestão do BPN e das moscambilhas da CGD e do BCP, entre outros. A tal evidência casuística, por sua vez, já está meio apodrecida, por ter mais meses de vida que os necessários para uma elefanta dar à luz.


Mas para registar queixas não precisamos de centenas de funcionários com estatuto de excepção, governados por um incontinente verbal pago a peso de ouro - basta um PC ligado à Internet e um gravador de chamadas.


Quantas mais empresas terão que fechar, e trabalhadores irem para o Dubai ou o Luxemburgo, até que estas luminárias percebam o que andam a fazer?

publicado por José Meireles Graça às 01:08
link do post | comentar
6 comentários:
De Zélia Pinheiro a 4 de Maio de 2012 às 13:06
Deixa ver se percebo isto, Zé Maria: o rating dos bancos depende dos racios entre creditos e depositos, o Banco de Portugal está preocupado em melhorar estes racios, logo, diz aos bancos que tratem de reduzir os creditos, começando pelos pequenos, porque as empresas que dependem de contas caucionadas são PME não contribuem em nada para o nosso PIB? Será isto?
De José Meireles Graça a 4 de Maio de 2012 às 14:31
Tanto quanto sei, o rating dos bancos depende de muitos factores, incluindo o rating do País. O BCE, ou a Troika, ou a puta que os pariu, parece querer melhorar a solidez da banca, diminuindo o racio capital/crédito concedido, o que pode ser conseguido de várias maneiras: a que está a ser seguida danifica a economia nacional, porque não se está a falar de destruição criativa, está-se a falar de liquidar empresas perfeitamente viáveis. Ou seja, o BP acha que é procurador das instâncias europeias para fazer disparates, em nome da correcção instantânea de erros acumulados e da preservação dos interesses dos accionistas da banca.
De Zélia Pinheiro a 4 de Maio de 2012 às 15:10
Chamei rating a algo que se calhar não é rating... são as condições de solidez dos bancos. Mas queria dizer isso que dizes. Infelizmente, vai na linha de outra notícia que li hoje, sobre a ajuda concedida pelo governo da Madeira às sociedades de desenvolvimento regional consideradas tecnicamente falidas pela Inspecção Geral de Finanças
De Rosário Coimbra a 4 de Maio de 2012 às 16:41
Não me parece mal, desde que seja para pagar as dívidas (de muitos milhões de euros) aos credores...
De José Meireles Graça a 4 de Maio de 2012 às 17:05
Se estão falidas, a injecção de dinheiro só poderia resolver o problema se houvesse garantias de que o tipo de gestão que as levou à falência não iria continuar, ou se mudassem para a mão de empreendedores que arriscassem o seu capital ou o seu crédito. Não há essas garantias e por conseguinte o dinheiro do contribuinte, chamado a tapar este buraco, será chamado no futuro a tapar outros. Quando uns decidem e investem, mas quem paga são terceiros, a probabilidade do desastre aumenta - é da ordem natural das coisas.
De NG a 7 de Maio de 2012 às 02:33
Post muito bom e necessário. Vou guardar.

Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

Últimos comentários

Não disse que a formação em filosofia o desqualifi...
Palavras e campanhas levam-as o vento, talvez seja...
de ferias em porttugal e a gozar algum descanso re...
Eu cheguei a ponderar escrever tudo num só parágra...
Caro Manuel, tenho este blogue como leitura diária...

Arquivos

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

catarina martins

causas

cavaco silva

censura

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel oliveira

deficit

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

ensino

esquerda

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fernando ulrich

fiscalidade

francisco louçã

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

josé sócrates

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário centeno

mário nogueira

mário soares

mba

nicolau santos

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

público

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

salário mínimo

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialismo

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

troika

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter