Segunda-feira, 24 de Setembro de 2012

The Writers' Museum

 

É em Edimburgo. Instalado numa casa construída em 1622, conhecida como Lady Stair’s House - nome associado à sua proprietária do século XVIII, Elizabeth, Dowager Countess of Stair.

O caminho de acesso à Lady Stair’s House faz-se pelo Makar's Court e, literalmente pelo chão, podem ler-se frases de escritores escoceses famosos, desde o século XIV até hoje, como que a conduzir-nos num encantamento segundo Hamelin (sem flautista, though...), mesmo até à porta do museu.

 

 

O espólio do museu não é em si mesmo extraordinário.

Concentra-se em três dos maiores autores escoceses - Robert Burns, Sir Walter Scott e Robert Louis Stevenson - e reune objetos pessoais, memorabilia diversa - por exemplo, um dos três únicos modelos em gesso do crânio de Burns! - e alguns manuscritos. 

 

É o ambiente que é mágico, sobretudo para quem gosta de ler, para quem gosta de livros e, best case scenario, de ler livros destes autores.

Dos muitos títulos das suas listas de publicações, todos conhecemos- pelos menos as versões cinematográficas!-  Ivanhoe e Rob Roy por Scott e The Strange Case of Dr Jekyll and Mr Hyde ou Treasure Island por Stevenson.


Burns merece-me uma atenção especial. É considerado o poeta nacional da Escócia e a ele se deve o famoso Auld Lang Syne, cantando nos países saxónicos na noite da passagem do ano, que eu aprendi nas aulas de inglês na escola e até hoje sei entoar:
 

Should Old Acquaintance be forgot,
and never thought upon;
The flames of Love extinguished,
and fully past and gone:
Is thy sweet Heart now grown so cold,
that loving Breast of thine;
That thou canst never once reflect
on Old long syne.


On Old long syne my Jo,
in Old long syne,
That thou canst never once reflect,
on Old long syne.


My Heart is ravisht with delight,
when thee I think upon;
All Grief and Sorrow takes the flight,
and speedily is gone;
The bright resemblance of thy Face,
so fills this, Heart of mine;
That Force nor Fate can me displease,
for Old long syne.

(...)


E assim termino, assim me despeço: to all, to each, a fair good-night, and pleasing dreams, and slumbers light. (Scott).

 

 

 

publicado por Ana Rita Bessa às 20:26
link do post | comentar

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

Últimos comentários

Simples e sentido: a minha felicitacao e agradecim...
«Onze dos 24 infetados são funcionários de saúde»V...
Direi mesmo mais, senhor Pinto, é tanta a ignorânc...
Lamento a morte da rapariga, obviamente, mas se os...
É tanta a ignorância revelada pelo autor do texto,...

Arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

catarina martins

causas

cavaco silva

censura

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel hannan

daniel oliveira

deficit

descubra as diferenças

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

ensino

esquerda

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fiscalidade

francisco louçã

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário centeno

mário nogueira

mário soares

mba

nicolau santos

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

público

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

salário mínimo

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialismo

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

troika

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter