Domingo, 10 de Março de 2013

Boemos com o Senhor

 

 

Vejamos: abre-se a garagem do Paço Episcopal, e ala que lá vai ela, ligeira de marcha atrás, rebenta com o gradeamento, e aterra 3 metros abaixo, em cima de um carro que estava estacionado. A personagem saiu surpreendida, mas ilesa.

 

Sucedeu em Bragança. Ao volante estava D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda e o mais novo bispo português. Foram buscá-lo a Roma, há cerca de um ano e meio, onde dirigia um "observatório da catolicidade da Igreja".

 

A culpa, aparentemente, "foi dos travões" que lhe "falharam". Os mariolas. De resto, é uma deficiência frequente, e comum a várias marcas: os travões costumam "falhar" quando se carrega no acelerador. Já tive carros desses.

 

Tenho ouvido dizer, e com razão, que as mulheres conduzem mal. É um facto. Talvez apenas superadas pelos homens, cujo talento para guiar automóveis equivale, regra geral, ao de Miguel Graça Moura para escrever romances "eróticos". Com a agravante de insistirem (durante os períodos de engarrafamento) em remover (com a ajuda do dedo indicador e mesmo com a unha do polegar) substâncias com diferentes consistências do interior das cavidades do nariz. Sobranceiramente indiferentes às propriedades da transparência do vidro.

 

Se além de serem homens tiverem uma opção (ou condição?) sexual, daquelas "identitárias", então guiam que nem vos conto. Conheço uma excepção, mas nenhum dos outros é capaz de distinguir uma embraiagem de um éclair.

 

Depois há os "comerciais", que são os mais varonis. Conduzem chaços a gasóleo, pintados com as letras "da firma", equipados com uma rede a separar os bancos da frente (que são os únicos) do que resta do veículo (chamemos-lhe assim). Manifestam-se sobretudo "nos" autoestradas. Viajam invariavelmente na faixa da esquerda, e não se desviam: seria grande contratempo, uma vez que mudar de faixa obriga a perder velocidade ("epá, um gajo tem que andar para o lado...") e representa o vexame de serem ultrapassados. Vão sempre a 160 (eles dizem "180, 200"), "na cola". Ou seja, a uma distância indetectável do carro da frente, que é para "aproveitarem o túnel de vento". Gosto muito de os ouvir conversar nas bombas de gasolina. Nas subidas, sei que desligam o ar condicionado, para dar "mais rendimento". Quando estacionam, antes de desligar a ignição dão uma forte aceleradela. Para "limparem os tubos ao menino".

 

Em matéria automóvel, sobre os membros do clero (regular ou secular) sei pouco. Já me cruzei com algumas freiras. Geralmente, viajam em carros velhos e grandes. Por vezes os chamados "furgões" (conceito praticamente extinto), mas quase sempre cinzentos. E lá vão, direitas e cumpridoras, pelas estradas secundárias "da província".

 

Sobre eles nunca tive informação. Mas confesso que esta notícia me deixa um nadinha apreensiva com a perícia de prelados, bispos e outras graduações mais subidas. Que a verdade é uma: poderão aterrar na escolha do pastor que há-de guiar a Igreja, logo agora nestes tempos inseguros, se não andam duzentos metros sem demolir o património e aterrar o "sedan" em cima do primeiro "comercial" desprevenido?

 

publicado por Margarida Bentes Penedo às 03:21
link do post | comentar

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

177 comentários
16 comentários
10 comentários

Últimos comentários

Kudos!
Bem visto, os três estarolas!!
Tenho tentado perceber este conserto gadal da tsu,...
Resta-nos a alegria de ver a tristeza deles por nã...
Os pulhiticos actualmente a "governar" parecem aqu...

Arquivos

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

catarina martins

causas

cavaco silva

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel hannan

daniel oliveira

deficit

descubra as diferenças

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

eleições europeias

empreendedorismo

ensino

esquerda

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fernando ulrich

fiscalidade

fmi

francisco louçã

geringonça

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário nogueira

mário soares

mba

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

salário mínimo

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialismo

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter