Segunda-feira, 1 de Abril de 2013

O desenho do resgate

Confesso que gostei da entrevista de Sócrates. Melhor; mais do que ter gostado foi-me útil. Com toda a certeza para me relembrar de como é possível subverter todos os números, mas também para ser relembrado de como quem trabalha em geral vai mais longe (a preparação de Sócrates face ao sistemático improviso de Passos faz pensar muito), ou como é bom voltar a ter política com alma.

 

Porém, foi, sobretudo, útil para perceber porque é que o memorando é o que é. Sempre me havia intrigado como é que um homem combativo e com forte senso político tinha sido capaz de deixar passar imensas incongruências do programa. O famoso mau desenho que quer o CDS que mesmo Gaspar já há muito vinham falando.

 

Tudo ficou claro. Foram duas as razões: primeiro, Sócrates, logo após o chumbo do PEC IV, as maiores atenções de Sócrates viraram-se para as eleições e não para a negociação de um memorando que nunca quis e que tudo fez para evitar. Por isso delegou a negociação no seu Ministro das Finanças (com quem, aliás, não mantinha nenhuma relação, o que não deixa de ser extraordinário). Segundo, porque mesmo que ganhasse, nunca passou pela cabeça de Sócrates cumprir o memorando.

 

A estratégia de Sócrates para a saída da crise sempre foi negocial e não de cumprimento. Sempre foi política e não económica. Simplificando: sempre foi mais próxima da Grega do que da irlandesa. Parece que o vejo: escrevam o que quiserem, depois logo negoceio isso….

 

Só assim se percebe que o documento seja um amontoado de velhas reivindicações do Ministério das Finanças, sem qualquer vertente política.

 

Todavia, muito mais importante, é a conclusão a retirar: não há outro culpado que não Sócrates para o que no está a acontecer. Pior só mesmo se tivesse ganho as eleições, pois, não só teríamos que cumprir o memorando na mesma, como a estratégia de tudo jogar numa solução política, seguramente que nos teria atirado para bem longe de qualquer flexibilidade.

Tags:
publicado por Diogo Duarte Campos às 01:57
link do post | comentar

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

177 comentários
16 comentários
10 comentários

Últimos comentários

Exigem ser os donos de Portugal, e fazem de tudo p...
A Sra. Bastonária esqueceu-se de uma coisa. Não só...
Acho que a Sra. Bastonária terá sido porventura po...
Nem mais, os minhotos com razão.Ppq
Nos hospitais portugueses há 50 anos havia mulhere...

Arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

catarina martins

causas

cavaco silva

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel hannan

daniel oliveira

deficit

descubra as diferenças

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

eleições europeias

empreendedorismo

ensino

esquerda

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fiscalidade

francisco louçã

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário centeno

mário nogueira

mário soares

mba

nicolau santos

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

salário mínimo

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialismo

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

troika

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter