Sábado, 23 de Julho de 2016

"Factos", lógica, doidos e lunáticos

Misho.jpg

 

Ontem, e ainda hoje para alguns, corria o "facto" de que o doido atirador Ali David Sonboly seria um alemão de extrema-direita. Bastou os media terem feito circular um vídeo onde alguém discutia com Ali e gritava quase ininteligivelmente "Malditos turcos!", para se caracterizar o atirador que saiu da casa de banho do McDonalds a berrar "Allahu Akbar" e a atirar sobre crianças como um fanático direitista.

E os nossos lunáticos progressistas começaram a circular a mensagem na esperança de mais uma vez retirarem os créditos do ataque ao terrorismo islâmico.

Quem alimenta esta desinformação? - Os lunáticos dos nossos media tradicionais infestados de cientistas sociais, "comunicólogos", sociólogos, historiadores, psicólogos e outros "ólogos" sempre desejosos de nos mostrarem como os "factos" são criados nas redacções ao sabor da ideologia dos jornalistas e opinadores.

Para alguém minimamente atento à desinformação sistemática que os media tradicionais promovem, a lógica não batia. Então um radical de extrema-direita, anti-terrorismo islâmico que mata inocentes ocidentais iria matar inocentes ocidentais para protestar contra o terrorismo islâmico? Não será mais lógico que um radical anti-Islão ataque uma comunidade muçulmana na Europa, onde há muitas a viver em segurança, protegidos pelas nossas polícias? Claro que sim. Mas a lógica fica de fora das agendas dos lunáticos progressistas politicamente correctos.

Os doidos atacam o asilo, e os lunáticos querem tomar conta da gestão.

Muito cuidado com o que dizem os nossos jornalistas é mera sanidade mental.

Yusuf.jpg

 

("David", é assim que os media o tratam agora, em acção) 

publicado por João Pereira da Silva às 08:27
link do post | comentar
3 comentários:
De Miguel Madeira a 23 de Julho de 2016 às 12:40
Vejo que mudou o nome de "Yusuf Mohamed" para "Ali David Sonbaly" (embora tenha deixado o "Yusuf" mais à frente).

Mas o facto de inicialmente terem falado em "Yusuf Mohamed" quer dizer que fizeram o mesmo que a imprensa - que na verdade ainda não sabiam a identidade do atirador e inventaram.

"Então um radical de extrema-direita, anti-terrorismo islâmico que mata inocentes ocidentais iria matar inocentes ocidentais para protestar contra o terrorismo islâmico? "

Da última vez que um terrorista de extrema-direita anti-islâmico fez um atentado na Europa, matou quem (ok, pode-se argumentar que nesse caso as vítimas eram explicitamente pró-imigração, não pessoas que estavam ao acaso num McDonalds - na India poderia fazer algum sentido um terrorista anti-islâmico atacar um Mcdonalds, mas reconheço que não tem grande lógica na Alemanha)

Já agora, a fotografia será mesmo verdadeira? - a ideia que eu tenho é que o iraniano típico é mais claro que o português típico.
De João Pereira da Silva a 23 de Julho de 2016 às 12:49
Caro Miguel,

Obrigado pela nota. Corrigido e assumido. Aqui fazemos como os bons media: actualizamos para benefício dos leitores.

À hora do ataque ainda não se sabia o nome mas já se sabia do grito "Alá é grande!" quando começou a matar adolescentes no restaurante. Logo, "Fernando" seria uma má aposta.

Quanto à foto, quando a polícia alemã lançar mais informação sobre o atacante (demoram mas já o chamam "David" e dizem que era apenas um louco) poderemos verificar. Suponho que no detalhe da pistola assassina seja semelhante.

Quanto ao Breivik, deixo-lhe a resposta que deixei no Facebook:

"Yet the man who said his crimes were designed to save Europe from destruction at the hands of radical Islam came out as an admirer of al-Qaeda. Osama bin Laden's creation was the "most successful revolutionary force in the world", said Breivik, and European ultra-nationalists had much to learn from its cell structure and "cult of martyrdom"."

Daqui: http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/norway/9209977/I-would-have-done-it-again-Anders-Breivik-claims-his-massacre-was-motivated-by-goodness-not-evil.html

Como se um doido radical assassino pudesse justificar outro.
De Miguel Madeira a 23 de Julho de 2016 às 15:48
Ponho também a resposta que deixei no Facebook (sem o lençol de citação que lá deixei, que acho que não fica muito bem num blogue):

Na altura eu estive a ler o livro dele (não todo, que aquilo são 1500 e tal páginas) e os problemas principais que ele parece pretender resolver são o "marxismo cultural" e a "colonização islâmica da Europa": (...)

http://www.kevinislaughter.com/wp-content/uploads/2083+-+A+European+Declaration+of+Independence.pdf

Pelo que eu percebo do que diz, ele admira os métodos e a personalidade do Bin Ladens, não os seus objetivos (é como aqueles salazaristas que dize que só admiravam dois políticos em Portugal).

Agora, realmente o Breivik chegou, de passagem, a abordar a ideia de alianças temporárias com os jihadistas, numa base "nos ficamos com o nosso território e vocês com o vosso", mas dizendo logo que isso dificilmente seria boa ideia (ver a página 958).

Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

177 comentários
16 comentários
10 comentários

Últimos comentários

Excelente post. Um verdadeiro serviço público. Ape...
O poeta? Acho que só na Venezuela e no Belize é qu...
Tem razão obviamente, mas há outros destinatários ...
Mas já era assim há dez, há vinte, há trinta...
Tem razão, mas o homem tem 94 anos ...

Arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

catarina martins

causas

cavaco silva

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel hannan

daniel oliveira

deficit

descubra as diferenças

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

eleições europeias

empreendedorismo

ensino

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fernando ulrich

fiscalidade

fmi

francisco louçã

geringonça

gnr

governo

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

jugular

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário nogueira

mário soares

mba

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter