Sábado, 10 de Setembro de 2016

Oh senhor juiz, o cão já morreu!

cao-envenenado.jpg

Acho que José Sócrates é um bandido. "Acho", "tenho opinião de que", "penso que". Mas não tenho a certeza enquanto não for condenado em tribunal.

Como com Carlos Cruz, Isaltino Morais ou qualquer outro bandido que já tenha sido investigado, julgado e condenado: só depois da condenação por parte de um juiz, profissional, duro e impiedoso na aplicação da Lei, e que tem informação suficiente que permita decidir para além da dúvida razoável, é que podemos dizer que de facto são bandidos.

Quero poder afirmar sem sombra de dúvida que Sócrates, de quem tenho impressão ainda pior que de Carlos Cruz (um doente): "foi condenado e enfiado na galera por longos anos". Quero que sirva de exemplo a outros candidatos a bandido político e que nunca mais faça mal ao país e prejudique o seu povo.

Mas, ao juiz, ao profissional, ao órgão de soberania, muito se exige:

- inteligência superior à média;
- frieza no trato de todas as questões;
- profissionalismo acima de qualquer suspeita;
- profundo conhecimento da sociedade e da Lei;
- maturidade e excepcional compreensão dos defeitos e virtudes humanas.

Tem de ser um super-homem? - Não, mas o juiz tem de ser melhor que o comum dos cidadãos: a Justiça tem de ser melhor que a política e capaz de interpretar a enorme responsabilidade que o seu poder superior lhe dá. Não é a qualquer homem, que se deve dar o poder de privar da liberdade, o concidadão.

Dito isto, neto de juiz, digo: o juiz Carlos Alexandre perdeu uma enorme oportunidade para estar calado e continuar a coordenar profissionalmente o processo de Sócrates contribuindo para que a verdade possa ser oficialmente julgada e o bandido castigado.

A entrevista contribui um grama para isso? Serviu objectivamente para quê? Afagar o ego? Mostrar as dificuldades em que vive? A dureza da vida que voluntária e conscientemente escolheu?

- Favas! O dinheiro que lhe pagamos e o poder que lhe damos é para ser neutro, silencioso e brutalmente eficaz a julgar: não é para ouvirmos choradinho de condições de vida e bocas que só servem para ser aproveitadas pelo bandido Sócrates e bandidecos em conluio.

Em Itália trucidaram juízes que se meteram com o status quo apoiante da mafia. Em Portugal matam-lhes o cão, mas mesmo assim não aprendem que esta merda é a sério e brincadeiras custam caro

publicado por João Pereira da Silva às 12:30
link do post | comentar
1 comentário:
De Tiro ao Alvo a 11 de Setembro de 2016 às 08:56
Também não gostei da entrevista do chamado super juiz.

Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

177 comentários
16 comentários
10 comentários

Últimos comentários

Mas já era assim há dez, há vinte, há trinta...
Tem razão, mas o homem tem 94 anos ...
As sondagens não contam as opiniões da maioria dos...
É o que merecem os crentes -maioria dos cidadãos, ...
Perfeito

Arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

causas

cavaco silva

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel hannan

daniel oliveira

deficit

descubra as diferenças

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

eleições europeias

empreendedorismo

ensino

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fernando ulrich

fiscalidade

fmi

francisco louçã

geringonça

gnr

governo

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

jugular

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário nogueira

mário soares

mba

miguel relvas

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter