Terça-feira, 10 de Maio de 2016

Para acabar de vez com os neoliberais

 "Vejo que tirou o curso na Nova. I rest my case".

Basta uma referência à Nova num cadastro para matar discussões à partida. Andou na Nova, é neoliberal, não precisa de dizer mais nada! A Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa é "a" escola neoliberal portuguesa, onde foram ministradas a gerações de sociopatas disciplinas subversivas inimigas da construção do socialismo como, por exemplo, Microeconomia, Finanças ou Contabilidade Analítica, todas baseadas na ditadura da Matemática sobre a utopia, ou conceitos como a famigerada liberdade de escolha que, a existir, poderia permitir aos filhos dos pobres a frequência dos colégios onde estudam por pequenas fortunas os filhos dos ricos. Um horror!

O símbolo arquitectónico desta escola infame, o Palácio Henrique de Mendonça, ou Casa Ventura Terra, acabou de ser vendido à fundação Aga Khan, que nele vai instalar a sua sede mundial. Por um preço simpático, 12 milhões de euros, o preço de três ou quatro bons apartamentos na Avenida da Liberdade, por um palacete Arte Nova com história e classificado no meio de um parque de cerca de três hectares sobre o Parque Eduardo VII. Com história e histórias, desde a do cinema português à de todos os que, como eu, por lá passaram.

Curiosamente, vendido pelos socialistas que, da boca para fora, alinham com a pandilha esquerdista que os apoia no governo contra as privatizações, quanto mais de património classificado, e os Mirós que o digam, mas, do bolso para dentro, tiveram o maior ímpeto privatizador da história de democracia portuguesa. É a vida. Bem hajam.

Curiosamente também, a Resolução do Conselho de Ministros que autorizou a Nova a vender o palacete por ajuste directo foi assinada, não pelo primeiro-ministro, mas por uma das "investigadoras" do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, essa simpática agremiação dedicada à investigação científica ao serviço do socialismo liderada pelo famoso rapper Boaventura Sousa Santos. É a vida.

Mas o importante é que esse símbolo do neoliberalismo desaparece de vez da escola pública portuguesa. Com algum esforço revolucionário, espera-se que também desapareçam os que por lá passaram. Sei lá, podiam-se internar no Campo Pequeno... O Otelo ainda tem a chave?

 

publicado por Manuel Vilarinho Pires às 15:25
link do post | comentar
1 comentário:
De Eunice Carvalho a 11 de Maio de 2016 às 11:32
Vendido pela esquerda, não se pode chamar privatização. É má vontade!!
Um símbolo do neoliberalismo, assinado por uma "investigadora" do reconhecido "cientista" Boaventura, por ajuste directo e pelo preço da uva mijona, é apenas "despachar" um símbolo do capitalismo.
A vergonha não mora para aqueles lados...

Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

177 comentários
16 comentários
10 comentários

Últimos comentários

Mas já era assim há dez, há vinte, há trinta...
Tem razão, mas o homem tem 94 anos ...
As sondagens não contam as opiniões da maioria dos...
É o que merecem os crentes -maioria dos cidadãos, ...
Perfeito

Arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

causas

cavaco silva

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel hannan

daniel oliveira

deficit

descubra as diferenças

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

eleições europeias

empreendedorismo

ensino

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fernando ulrich

fiscalidade

fmi

francisco louçã

geringonça

gnr

governo

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

jugular

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário nogueira

mário soares

mba

miguel relvas

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter