Domingo, 25 de Dezembro de 2016

Ser ou não ser pior? Eis a questão. Mas a resposta certa é que é igual ao litro

Marcelo-Rebelo-de-Sousa-Sampaio-da-Nóvoa.jpeg

Na semana em que se tornou evidente para lá de qualquer dúvida razoável que o presidente Marcelo tem todas as suas tropas no terreno lado a lado com as do primeiro ministro António Costa, para não falar nas do militante número um do PSD Pinto Balsemão, a tentar derrubar o presidente do PSD Passos Coelho, nesta semana procurando atraí-lo à ratoeira de uma candidatura autárquica pára-quedista e para ocupar o lugar a prazo apenas como trampolim para regressar ao governo e, portanto, destinada à derrota certa, ou seja, uma candidatura suicida, o que por seu lado torna evidente que todos os três tentam promover a sua substituição na liderança do partido por outro a quem o António Costa consiga ganhar as eleições que perdeu e sabe que voltará a perder contra ele, na mesma semana em que o presidente da república passou a fronteira entre a cooperação estratégica com o governo e a mentira descarada ao reforçar, dizendo sobre a solução para os lesados do BES que os contribuintes poderiam ter que pagar do bolso deles um pequeno custo, a mentira do primeiro ministro, que dissera que havia um pequeno risco de eles terem que suportar custos, quando o risco de eles terem que pagar um grande custo é absolutamente certo, no meio de uma daquelas conversas entre eleitores do doutor Rebelo de Sousa sobre a sua falta de isenção política e de sentido de estado que conduzem sempre à auto-justificação de que... seria suicida não votar no Marcelo e abrir a possibilidade de haver uma segunda volta em que a esquerda votaria em bloco no Sampaio da Nóvoa contra ele..., um amigo fez-me pela primeira vez uma pergunta a que eu sempre soube reponder e sempre estive preparado para responder na ponta da língua:

  • E se tivesse sido eleito o Sampaio da Nóvoa em vez do Marcelo, seria pior?

Desatei logo a debitar o MP3, que já não se vendem cassetes, número um:

  • A vitória do Sampaio da Nóvoa representaria o regresso ao PREC, ao período anterior do 25 de Novembro em que não havia verdadeiramente democracia e a extrema-esquerda tinha uma influência na governação completamente desproporcionada do seu peso eleitoral, bla bla bla, bla bla bla, bla bla bla...

E ele olhou para mim e disse-me, com olhos de quem pergunta e não é isso que está a acontecer?

  • ...

Ou seja, não disse nada e deixou-me continuar:

  • ... na verdade, pensando bem, não sei se seria pior? Se calhar não seria pior. Era igual.

E nesse dia percebi que tinha deixado de saber responder à pergunta a que até aí sempre tinha sabido responder.

publicado por Manuel Vilarinho Pires às 18:09
link do post | comentar
1 comentário:
De hammer of thor a 29 de Abril de 2017 às 18:19
Thank you so much for the information you have shared with us ! I am impressed

Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Autores

Posts mais comentados

Últimos comentários

Quantas vidas destruíram, directamente, os milhões...
Os abusos que referi estão definidos no texto: ".....
Está a chamar a atenção, e bem, para o facto de os...
Abusos da justiça??? Mas há algum ladrão de milhõe...
O estado é o primeiro interessado que os tribunais...

Arquivos

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Links

Tags

25 de abril

5dias

adse

ambiente

antónio costa

arquitectura

austeridade

banca

banco de portugal

banif

be

bes

bloco de esquerda

blogs

brexit

carlos costa

cartão de cidadão

catarina martins

causas

cavaco silva

censura

cgd

comentadores

comunismo

cortes

costa

crescimento

crise

crise política

cultura

daniel oliveira

deficit

desemprego

desigualdade

dívida

educação

eleições autárquicas

ensino

esquerda

estado social

euro

europa

férias

fernando leal da costa

fernando ulrich

fiscalidade

francisco louçã

grécia

greve

impostos

irs

itália

jorge sampaio

jornalismo

josé sócrates

justiça

lisboa

malomil

manifestação

marcelo

marcelo rebelo de sousa

mariana mortágua

mário centeno

mário nogueira

mário soares

mba

nicolau santos

obama

oe 2017

orçamento

pacheco pereira

passos coelho

paulo portas

pedro passos coelho

política

portugal

ps

público

quadratura do círculo

raquel varela

renzi

rtp

salário mínimo

sampaio da nóvoa

saúde

sns

socialismo

socialista

sócrates

syriza

tabaco

tap

tribunal constitucional

troika

ue

união europeia

urbanismo

vasco pulido valente

venezuela

vítor gaspar

todas as tags

Gremlin Literário no facebook

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitemeter